UMA REVISTA ELETRÔNICA QUE FOCALIZA O GÊNERO WESTERN

17 de maio de 2011

"A VINGANÇA DEIXA A SUA MARCA" , A MEGERA DOMADA DE RHONDA FLEMING


Addele S. Buffington escreveu roteiros para westerns por quase 40 anos. Raro o mocinho que não interpretou algum personagem criado por essa escritora. Nascida em 1900, a roteirista decidiu encerrar sua carreira com uma versão western de "A Megera Domada" criando uma adaptação um tanto confusa que foi levada ao cinema como “A Vingança Deixa a sua Marca” (Bullwhip), filme de 1958. Produção modesta da pequena Allied Artists, esse western foi dirigido por Harmon Jones e teve como destaques no elenco Rhonda Fleming e Guy Madison. Rhonda interpreta a mestiça Cheyenne O’Malley, viúva que é obrigada a se casar para se tornar a herdeira da empresa de comércio de peles do falecido marido. O escolhido é o Steve Daley (Guy Madison) que aguarda na cadeia o dia de sua execução fatal. Advogados e juízes sempre conseguiram milagres e o juiz Carr (Don Beddoe) dá um jeitinho para livrar o sortudo condenado após casá-lo com Cheyenne dentro da prisão. Mesmo sendo um casamento apenas de direito, Daley exige o clássico beijo na noiva e pronto... Cheyenne se apaixona e até aceita ter Daley como marido, desde que ele a obedeça sob a lei do chicote que ela carrega como acessório indispensável. Steve Daley sempre que pode exibe sua valentia enfrentando os vilões Sloane Karp (James Griffith) e Peter Adams (John Parnell) e ao final consegue domar a dominadora Cheyenne e consumar de fato o casamento.

MULHER PERFEITAMENTE DOMÁVEL - Rhonda Fleming em toda sua extensa carreira enfeitou os filmes com a estonteante beleza que possuía. Rhonda sempre se situou no rol das atrizes competentes desde que não se exigisse muito dela. Claramente não seria a atriz ideal para interpretar uma mulher forte, autoritária e implacável como possivelmente a roteirista Buffington imaginou. “A Vingança Deixa a sua Marca” exigia uma atriz próxima de Barbara Stanwyck, Bette Davis, Joan Crawford, ou até quem sabe Maureen O’Hara, misto de mulher forte e também muito bonita. Mas não se pode esquecer que este era um filme fadado a completar sessões duplas ou quando muito para alimentar o crescente número de drive-ins que proliferavam nos Estados Unidos à epóca. Nem pensar então em uma das atrizes citadas ou em Clark Gable ou Gary Cooper, especialistas na arte de dominar mulheres rebeldes. E o par principal foi formado mesmo por Rhonda e Guy Madison, ator que acabara de ver cancelada a série “As Aventuras de Wild Bill Hickok que lhe dera emprego por longos oito anos na TV. Bastante interessante, ainda que mal desenvolvido, é o papel interpretado por James Griffith como um pistoleiro de má pontaria mas sempre disposto a uma empreitada que lhe renda alguns mil dólares saídos de qualquer bolso. O resultado de “A Vingança Deixa a sua Marca” foi um western que pode ser visto sem maiores compromissos e que chega a ser até simpático pois Rhonda é tão agradável e elegante de se ver na tela quanto são os esforços inúteis que fez para dar força à personagem de Cheyenne. E para uma produção "B" como esta, o guarda-roupa que Rhonda exibe chega a ser verdadeira extravagãncia, muito mais rico, por exemplo, que o que a mesma atriz havia utilizado em “Sem Lei e Sem Alma” um ano antes. Guy Madison depois de “A Vingança Deixa a sua Marca” arrumou as malas e embarcou para a Europa onde fez invejável carreira com mais de 30 filmes, a maioria na Itália. Rhonda por sua vez viu em “A Vingança Deixa a sua Marca” e no seu filme seguinte, “Valentão é Apelido”, o canto do cisne de sua carreira iniciada nos anos 40. A partir de então não teve melhores oportunidades no cinema norte-americano, chegando a exibir sua beleza em Cinecittà e, quem diria, até no Brasil no quase desconhecido “Pão de Açúcar”, rodado por aqui em 1964.

5 comentários:

  1. Esta lindissima atriz, meio podada em termos de recursos cinematográficos, mas de uma plasticidade sem limites, coloriu por anos nossos olhos ao iluminar as telas com sua presença ruiva e encantadora.
    Rhonda pode ter feito muitos filmes agradáveis, mas sempre a vejo melhor em A Arma de Um Bravo, ao lado de Granger, e em Sem Lei e Sem Alma, desta vez com o magnifico Lancaster. Não vi A Vingança Deixa Sua Marca, mas era fã de Madison, vendo com o mesmo diversos faroestes.
    A Rhonda é a Musa do CAW, do qual faz parte amigos como EddieLancaster, Darci Fonseca, Dr. Doc e muitos outros amantes do faroeste, genero onde a linda ruiva melhor esteve em sua carreira.
    jurandir_lima@bol.com.br

    ResponderExcluir
  2. Conforme citei no comentário anterior, não tinha visto A Vingança Deixa Sua Marca. Porém o adquiri e pude vê-lo. Com lamento informo que a cópia que me chegou veio sem qualquer qualidade em imagem, o que não me deixou precisar com mais atenção quase nada do filme.
    Observado apenas que se trata de um passeio do Harmon Jones por um território que não dominava suficiente, não conseguindo dar lastro a um roteiro já sem muitas pretensões. Uma fita que apenas dá para se ver, acrescentando a tudo isto a beleza da ruiva Fleming e a simpatia, anteriormente adquirida, pelo insosso Madison.
    Dá também para se observar que todos parecem um tanto sem rumo, como ovelhas desgarradas e sem saber que direção tomar. Um cuidado que a direção não teve capacidade para administrar, como se apenas deixasse as câmaras filmar e por termo a uma fita que não oferece muito mais para comentar.
    jurandir_lima@bol.com.br

    ResponderExcluir
  3. A VINGANÇA DEIXA A SUA MARCA, postado em seu blog está disponível pra download?

    ResponderExcluir
  4. Não assisti A vingança deixa sua marca, e pelo que foi postado
    pelo editor do blog e os comentarios trata-se apenas de um western B sem grandes consequencias. Mas a presença da beldade
    ruiva Rhonda Fleming, seria suficiente para mim tornar o filme interessante. Fui um fã ardoroso de sua beleza, e cheguei até
    a assistir duas vezes o mesmo filme somente para admirar a bela
    e encantadora Rhonda Fleming.

    ResponderExcluir
  5. Não assistir esse western ainda vou procurar baixar esse filme, mas tendo Rhonda Fleming no elenco já me enche os olhos de prazer !!!!

    ResponderExcluir