UMA REVISTA ELETRÔNICA QUE FOCALIZA O GÊNERO WESTERN

11 de fevereiro de 2011

BARBARA STANWYCK, A CORAGEM EM "DRAGÕES DA VIOLÊNCIA"

video
Todos os atores e diretores que com ela trabalharam tinham a mesma opinião: ela era a mais profissional de todas as atrizes de Hollywood, além de humilde, discreta e amiga de todos nos sets de filmagens. Uma das maiores provas do profissionalismo de Barbara Stanwyck ocorreu em "Dragões da Violência" (Forty Guns), o cultuado western de Samuel Fuller. A 20th Century-Fox indicou Marilyn Monroe para o papel principal, mas Fuller sabia que Barbara Stanwyck era talhada para aquela personagem. O diretor queria uma cena em meio a uma tempestade de areia provocada por um tornado e conseguiu com que o efeito fosse excepcionalmente realista. Enormes ventiladores faziam voar touceiras, troncos de árvores, pedaços de madeira, rodas de carroça, lançados em direção aos dublês. Chuck Roberson, com grande risco, dublou Barry Sullivan, mas nenhum outro dublê quis se arriscar fazendo a perigosa cena em que a personagem 'Jessica Drummond' é derrubada do cavalo ficando presa ao estribo sendo arrastada em meio a todos aqueles objetos que voavam sem direção. Barbara não teve dúvidas e fez ela mesmo a cena, repetindo-a por três vezes, até que ficasse perfeita. Em todas as três tomadas a atriz foi arrastada pelo magnífico cavalo branco que monta no filme (veja o trecho do filme). Ao final do dia Sam Fuller não se cansava de elogiar Barbara Stanwyck, dizendo para todos: "My God, I can't believe. She didn't complain once..." (Meu Deus, não dá para acreditar. Ela não reclamou nenhuma vez...). Assim era Barbara Stanwyck, a Grande Dama do Western.

Um comentário: