UMA REVISTA ELETRÔNICA QUE FOCALIZA O GÊNERO WESTERN

11 de junho de 2011

ROQUE SANTEIRO, O HOMEM QUE MATOU O LIBERTY VALANCE DE ASA BRANCA




video

Já dizia o Velho Guerreiro que na TV nada se cria e tudo se copia. A telenovela “Roque Santeiro” é um dos clássicos da nossa televisão. O Brasil inteiro acompanhava o triângulo amoroso entre Sinhozinho Malta, Viúva Porcina e Roque Santeiro da novela baseada em texto de Dias Gomes. Numa das cenas mais importantes da história, Roque Santeiro vai enfrentar, sem nenhuma chance, o bandido Navalhada. Porém Sinhozinho Malta escondido dispara das sombras matando Navalhada. Toda a cidade de Asa Branca acredita que Roque Santeiro foi quem matou o facínora ainda que o próprio Roque negue. A lenda tornou-se mais forte que o fato...

Você que é fã de westerns já viu algo parecido no cinema, não é mesmo? E certamente lembrou de “O Homem Que Matou o Facínora” (The Man Who Shot Liberty Valance), magistral western de John Ford... Pois a adaptação para o texto de Dias Gomes da trama central do filme de Ford foi uma homenagem ao Mestre das Pradarias e indiretamente aos grandes atores que foram John Wayne, James Stewart e Lee Marvin. Chacrinha pode até ter razão na sua jocosa afirmação, mas às vezes o que a TV faz mesmo é render sincera homenagem a grandes filmes e a grandes artistas. Assista ao vídeo e confira a homenagem.

Um comentário:

  1. Vi todos os capitulos de Roque Santeiro, 1985/86. E quando a novela foi ao ar, o filme de John Ford já havia sido concluido há mais de vinte e dois anos. Porém, nunca liguei uma coisa a outra. E acho que, como eu, muitos cinéfilos também não o fez. E se o excelente e saudoso dramaturgo, Dias Gomes, fez esta homenagem ao grande cineasta Ford, fez uma coisa justa, merecida e até tardia, para não falar de injustiças ao mesmo. Isto porque, se não me falha a lembrança, nunca vi alguém fazer uma apologia semelhante ao mestre dos faroestes.
    Valeu, Dias Gomes. O homem merece.
    jurandir_lima@bol.com.br

    ResponderExcluir