UMA REVISTA ELETRÔNICA QUE FOCALIZA O GÊNERO WESTERN

15 de julho de 2011

COMO JOHN WAYNE RESISTIU À BELEZA DE LINDA CRISTAL


John Wayne foi casado por três vezes. Josephine Alicia Saenz, sua primeira esposa era filha do Cônsul Geral do Panamá em Los Angeles. Esperanza Baur, mexicana cujo apelido era ‘Chata’, foi a segunda mulher de Duke. A terceira e última esposa de John Wayne foi Pilar Palette, atriz e dançarina peruana. Indiscutivelmente John Wayne sentia forte atração pelas mulheres latinas. Em 1958, quando se preparava para filmar “O Álamo”, John Wayne conheceu Linda Cristal, atriz argentina que havia feito três ou quatro filmes nos Estados Unidos. Atraído pela beleza da jovem (Linda estava com 22 anos), Duke se aproximou dela e se apresentou. Linda mal pode acreditar que aquele famoso ator estava lhe dando tanta atenção e sendo tão galanteador. Conversaram animadamente e antes da despedida John disse a Linda que estava preparando um novo filme e que haveria um papel para ela nesse filme que ele próprio dirigiria. Passou-se mais de um ano e Linda achou que John Wayne havia se esquecido dela. Até que certo dia de 1959 o telefone de Linda tocou e aquela inconfundível voz perguntou se ela poderia se apresentar dali a uma semana para o início das filmagens de “O Álamo”. Duke disse a Linda que ela interpretaria ‘Flaca’ o principal papel feminino, o de namorada de Davy Crockett que não era outro senão ele próprio. A atriz argentina confessou que esse foi o dia mais feliz de sua vida.

Linda Cristal, prontinha para ser beijada
Na data aprazada Linda Cristal estava em Brackettville, no Texas e já havia lido o roteiro de “o Álamo” várias vezes, preparando-se para as cenas de amor entre Flaca e Davy Crockett. Nessa época Linda estava se divorciando do marido e, de certa forma, estava carente ansiosamente aguardando as cenas de amor e beijos previstas no roteiro. Por incrível que pareça o experiente ator (e agora também diretor) parecia sempre intimidado perto de Linda e as esperadas sequências não aconteciam. John Wayne sempre dava um jeito de adiar as cenas para desconsolo de Linda Cristal que ansiava por poder beijar o maior astro de Hollywood. Afinal de contas, pensava ela, Davy Crockett e Flaca se amavam no filme. E as filmagens de “O Álamo” chegaram ao fim sem que esse beijo ocorresse, para grande tristeza de Linda. A atriz acreditou que a dificuldade de Duke em beijá-la seria resultado do visível desgaste emocional e físico que aquele filme estava causando em John Wayne. Ele havia perdido cerca de 15 quilos durante as filmagens, dormia três ou quatro horas por dia e consumia cinco maços de cigarro diariamente. O que Linda não sabia, porém, é que além dos problemas profissionais com o filme, John Wayne vivia um drama no seu casamento. Pilar havia se viciado em tranqüilizantes e pílulas para dormir, chegando mesmo a tentar suicídio cortando os pulsos. Percebe-se no filme que John Wayne está visivelmente atraído por Linda, mas Duke foi corretíssimo em sua conduta pois sabia que uma aproximação maior com Linda Cristal (um beijo ardente) poderia destruir de vez seu casamento com Pilar. Atualmente, aos 77 anos de idade, Linda Cristal sempre que fala de Duke o faz com enorme carinho, lembrando que graças a John Wayne ela conseguiu atuar em “Terra Bruta”, em que foi dirigida por John Ford. Segundo a atriz, foram esses trabalhos com Wayne e Ford que abriram as portas para que ela fosse escolhida para interpretar Victoria Cannon na série “High Chaparral”, série que lhe permitiu ganhar muito dinheiro e se tornar uma atriz famosa. Por pouco John Wayne não junta uma argentina a suas paixões panamenha, mexicana e peruana, mas o certo é que o mais norte-americano dos atores sempre buscou a verdadeira integração latino-americana.

Um comentário:

  1. Sem casualidade na vida esta caso do Duke. Isto é um fato normal e mais que corriqueiro. Todo homem, ou seja, toda pessoa tem o seu tipo fisico preferencial, o que não poderia ser direrente com o Duke, em ter suas preferencias as latinas que, de uma forma diferenciada, são as mais sensuais e mais belas mulheres do planeta.
    Ele não a descobriu. Apenas a reafirmou na sanha do cinema norte americano, uma vez ela já ter tido experiencias anteriores. Mas, de qualquer forma, ele alavancou sua carriera.
    Um coisa a mais; não podemos negar que Linda Cristal era uma linda morena! Outra coisa que não podemos deixar de lado é que o Duke tinha um bom gosto pelas mulheres e, mesmo as latinas sendo os vulcões que são, muitos homens preferem as loiras, ruivas, branquelas.
    Pelo visto nosso heroi não era bamba apenas em combater bandidos não! O homem tinha um gosto muito refinado!
    jurandir_lima@bol.com.br

    ResponderExcluir