UMA REVISTA ELETRÔNICA QUE FOCALIZA O GÊNERO WESTERN

6 de outubro de 2013

GIULIANO GEMMA E O TEMA MUSICAL DE "O DÓLAR FURADO"



Nenhuma outra canção emoldura melhor a imagem inesquecível de Giuliano Gemma
que a composição de Gianni Ferrio para o western "O Dólar Furado"
(Un Dollaro Bucato). No vídeo abaixo ao som desse marcante tema musical
 relembramos o saudoso mocinho em seu filme de maior sucesso.

video

16 comentários:

  1. Ontem,revi uma cena do BEN HUR de 1959, onde G.Gemma aparece de peito nú,ao lado do "Messala" e não diz uma palavra. Também revi o último filme de Wood Allen
    chamado "Para Roma com amor" de 2013 onde o astro,recém falecido,aparece como gerente do hotel,e dizendo uma simples e insignificante frase .
    No intervalo destes 54 anos aconteceu "O DÓLAR FURADO".

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lau Shane
      Não sabia que até Giuliano Gemma foi dirigido por Woody Allen. E não assisti ainda "Para Roma com Amor". Há um filme de Woody Allen em que ele sugere nomes para um filho. Um dos nomes que ele sugere é 'Shane'. Quer dizer que Woody é admirador de Os Brutos Também Amam.
      Darci

      Excluir
  2. Uma grande perca não só para os amantes do western-spaghetti mas para todos os cinéfilos. A morte trágica ocorrida por acidentes é sempre inaceitável.

    Bela homenagem Darci.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Jefferson
      Nós que amamos o cinema antigo já estamos acostumados com as perdas que são quase diárias. Você publicou excelentes postagens com os antigos ídolos que ainda sobrevivem e até causa surpresa saber que alguns ainda estão vivos depois de tantas alegrias que nos deram 60 ou 70 anos atrás.
      Um abraço do Darci

      Excluir
  3. Muito legal o banner e o video, mas, mais bonita a atitude do Darci, homenageando um "cowboy", que certamente não está nos seus filmes preferidos, mas que merece que se renda essa homenagem. Não me senti pressionado a fazer homenagem às pressas porque sabia que os mestres do western no Brasil disparariam ágeis. Vocês são feras! Estou muito sem tempo, mas assim que puder verei se consigo dizer pelo menos algo a respeito de Giuliano.
    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Vinicius
      Gosto dos filmes com Giuliano Gemma, ainda que não tenha assistido muitos. Parece que o melhor é "Dias de Ira", de Tonino Valerii.
      Gemma era o mais simpático entre tantos atores italianos que fizeram faroestes.
      Você deve saber que as editorias da grande imprensa têm prontas biografias de celebridades porque para morrer basta estar vivo... O cara morre e a bio sai do arquivo prontinha. No caso dos nanicos como nós blogueiros, essas notícias nos pegam de surpresa e temos que dançar miudinho para não passar por omissos porque sempre há quem cobre.
      Abraço do Darci

      Excluir
  4. Olá Darci

    A respeito de Dias de Ira(já relatei no bangbangitaliana), ouvi sobre este filme, eu tinha uns 11 anos de idade e foi através de um pedreiro, que fazia parte de um grupo de trabalho, numa casa nossa em construção. Este operário era semi-analfabeto e era louco por faroestes e tinha muito conhecimento de quase todos os filmes que passavam nos dois cinemas de Picos e me fazia relatos destes filmes, enquanto trabalhava e também atraía a atenção dos outros colegas(penso que ele encontrou em mim um interlocutor interessado). Sobre Dias de Ira, fez altos elogios, que me deixou prá lá de curioso, principalmente por que achei interessante a história de um jovem sem pai e mãe, que pegava o lixo da cidade, treinava com um revolver de madeira, dormia numa cocheira e um pistoleiro famoso ensinava ele atirar dando lições, etc. Para ele Giuliano Gemma era demais e Lee Van Cleef era durão tanto fazia ser bandido como mocinho. Ainda me lembro de outro citado por ele, O Homem Que matou Billy The Kid, com Peter Lee Lawrence e por incrível que pareça, tenho-o numa lista de espera. Dentro destas boas lembranças, vejo o tanto que o faroeste tinha um apelo popular dos mais genuínos, alcançando e integrando todas as classes sociais. Até do Randolph Scott ele fez uma referência(um velhão de cara dura, que não ri).
    Este pedreiro foi meu primeiro mestre e não precisei matá-lo. Também não soube que matou um amigo meu. Rsrs.
    Abraço-Joailton

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Joailton
      Não entendi o por que de "até do Randolph Scott". Havia algum preconceito por parte do amigo pedreiro em relação aos faroestes não-spaghettis? Penso que assim como muita gente passava longe de cinemas que exibiam spaghettis, a recíproca também era verdadeira.
      Também não me esqueci de muitos dos comentários que ouvia de parentes e amigos sobre filmes. Lembro que havia muito radicalismo como aquele para quem Duelo ao Sol era o maior filme de todos os tempos. E os mais velhos dizendo que Buck Jones e Tom Mix eram incomparáveis como mocinhos. ainda bem que não peguei fãs de William S. Hart e de Broncho Billy Anderson....
      Consegui Dias da Ira do jeito que eu queria, ou seja, falado em Italiano. Prefiro assim que aqueles filmes com dublagem em Inglês, Espanhol ou Francês.
      Um abraço do Darci

      Excluir
    2. Olá Darci
      Acho que não me fiz entender. Como naquela época o spaghetti era uma febre, o pedreiro se fosse alfabetizado seria um cinéfilo nas suas devidas proporções, conhecia o Randolph Scott e outros que não lembro bem, mas fez muitas referências a outros filmes, que só vim a conhecer na era do DVD. Não lembro de preconceito da parte dele, pelo contrário, achei que era demais ele conhecer o Scott e seus filmes. Como um bom cinéfilo da construção ele gostava de filmes '"de espada", Hércules e até disse que gostou de Ben Hur e adorou a corrida de bigas. Referiu ainda que não assistia mais ao filme que passava na semana santa, no cine Spark, porque era o mesmo desde mil novecentos e carne assada.

      Excluir
  5. Darci ! Qual o filme em que Woody Allen faz referência ao SHANE ??
    Um abraço ! Laudney

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Lau Shane
      Vou ter que vasculhar a memória, mas como foram tantos os filmes de Allen assistidos vai ser difícil lembrar. Certamente não em um daqueles que eu gosto mais (Manhattan, Rosa Púrpura, Hannah, A Era do Rádio, Crimes e Pecados, Grushenko, Annie Hall). Mas vou lembrar. Entre os nomes possíveis para a criança ele cita também 'Groucho'.
      Abraço - Darci

      Excluir
  6. Fiquei triste ao saber da morte de Giuliano Gemma. Gostava demais de seus filmes. Em poucos dias perdemos também Norma Benguel e Cláudio Cavalcanti. Nossos heróis das telas e da telinha estão partindo. É uma pena...

    ResponderExcluir
  7. Eu gostaria que o Sr Laudney Shane Mioli fosse mais claro em seu comentário quando "...No intervalo desses 54 anos aconteceu O dólar furado." Darci disse que assistiu O dia da ira (i giorni dell' ira, 1967) como queria, em italiano. Também prefiro os spaghetti também com áudio em italiano, o som é bem melhor do que quando dublado em inglês, ainda que os de Leone tenham ficado bem de qualquer forma.

    ResponderExcluir
  8. Corrigindo o comentário anterior: Eu gostaria que o Sr Laudney Shane Mioli fosse mais claro em seu comentário quando diz "...No intervalo..." Aproveitando essa sequência, faltou também parabenizar o Darci pelas homenagens ao grande ídolo de muitas gerações de fãs, Giuliano Gemma. Grande atitude sua e nós ficamos agradecidos.
    .

    ResponderExcluir
  9. Um dos melhores temas da história dos filmes western, na minha opinião. Assim como o do The Good, The Bad and The Ugly...
    Me tornei fã deste seu blog, Darci, finalmente pude fazer algo na qual eu gosto: ver coisas de western de modo geral. Obrigado e abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, amigo
      Infelizmente você não se identificou, mas de qualquer forma obrigado.
      Um abraço - Darci

      Excluir