UMA REVISTA ELETRÔNICA QUE FOCALIZA O GÊNERO WESTERN

27 de agosto de 2012

SÉRIES WESTERNS DE TV - CARAVANA (Wagon Train), A SÉRIE PREFERIDA DA AMÉRICA


“Caravana de Bravos” (Wagon Master) é um dos menos conhecidos entre os grandes westerns de John Ford. Esse singelo filme não foi bem nas bilheterias e muitos fãs de faroestes sequer o conhecem. “Caravana de Bravos”, no entanto, inspirou uma das mais importantes e bem sucedidas séries westerns de TV, que foi exibida por muitos anos no Brasil com o título “Caravana” (Wagon Train). Conquistando enorme audiência nos primeiros anos de exibição, a série transformou em ídolo nacional o veterano ator Ward Bond, algo que ele não havia conseguido em quase 40 anos de carreira.

Ward Bond e Robert Horton

O Major Seth Adams (Ward Bond)
WARD BOND, O LÍDER DA CARAVANA - Assim como no filme de John Ford, os episódios de “Caravana” mostram a grande odisséia dos pioneiros que haviam saído de St. Joseph, no Missouri, passando pelas Montanhas Rochosas e pelas pradarias, rumo à Califórnia. A série transcorria no período pós- Guerra Civil e o que não faltava no trajeto eram dificuldades de toda ordem: ataques de índios e de bandidos salteadores, doenças e a própria natureza que muitas vezes se tornava inimiga da caravana.  Produzida pela Revue Productions, braço da Universal Internacional para séries de TV, “Caravana” foi exibida inicialmente pela rede NBC, com o primeiro episódio de uma hora sendo apresentado no dia 18 de setembro de 1957. Esse episódio foi intitulado “The Willy Moran Story” e teve como ator convidado Ernest Borgnine interpretando o personagem-título. Tornou-se uma constante na série a construção de títulos de episódios na forma “The ... Story” destacando sempre um personagem nos episódios que tinham uma hora de duração e eram filmados em preto e branco. Os produtores não pensaram em outro ator que não fosse Ward Bond para interpretar o líder da caravana, o ‘Major Seth Adams’, repetindo sua criação para o filme de John Ford. Para atrair o público mais jovem foi contratado Robert Horton, ator então praticamente desconhecido, interpretando ‘Flint McCullough’, o mestiço batedor da caravana. Outros personagens fixos de “Caravana” eram o cozinheiro ‘Charlie Wooster’, interpretado por Frank McGrath e o vice-líder da caravana ‘Bill Hawks’, vivido por Terry Wilson.

Robert Horton e
John McIntire
ROBERT HORTON E JOHN McINTIRE - Logo após os primeiros episódios Robert Horton passou a receber mais correspondência dos fãs que Ward Bond e ambos disputavam cena a cena para saber quem era a estrela maior da série. O nome de Ward Bond vinha antes do nome de Horton nos créditos e até isso gerou disputa entre ambos, disputa vencida por Ward Bond que teve sempre seu nome à frente do nome de Horton, isto até sua morte. Na primeira temporada (1957-58) “Caravana” ficou na 15.ª posição na preferência do público telespectador, segundo as pesquisas do respeitado instituto Nielsen Ratings. Nas três temporadas seguintes “Caravana” obteve sucessivamente a segunda colocação, atrás apenas de “Gunsmoke”. No início da quarta temporada Ward Bond faleceu, aos 57 anos de idade, e a produção contratou o veterano ator John McIntire para ser o novo líder da caravana, intepretando o personagem chamado ‘Christopher Hale’. Com a mudança o nome de Robert Horton passou a ser o primeiro na apresentação dos créditos da série. Na temporada seguinte (1961-62), “Caravana” assumiu a primeira colocação entre as séries westerns, segundo o Nielsen Ratings, o que não foi suficiente para manter Robert Horton no elenco. Horton abandonou a série, recusando altíssimo salário, preferindo estrelar na Broadway o musical “110 in the Shade” que permaneceu um ano em cartaz com 330 apresentações. Em 1965 Robert Horton retornou à TV para protagonizar a série “A Man Called Shenandoah”, que durou apenas uma temporada.

Denny Miller e Robert Fuller
ROBERT FULLER E DENNY MILLER - Mesmo antes da saída de Robert Horton, um outro batedor chamado ‘Duke Shannon’ fazia parte da caravana. Quem interpretou o novo batedor foi Denny Miller, que em 1959 havia se tornado o primeiro Tarzan louro do cinema na refilmagem de “Tarzan, o Filho das Selvas”. Para substituir Robert Horton foi contratado Robert Fuller, ator que havia feito sucesso com a série “Laramie”, série que foi cancelada em 1963 após quatro temporadas de exibição. O personagem de Fuller era o do batedor ‘Cooper Smith’. Robert Fuller ficou na série por duas temporadas apenas, preferindo se dedicar mais ao cinema, onde atuou nos faroestes “Pistoleiro Sem Alma” e “A Volta dos Sete Magníficos”.

Acima um carroção curto e um mini-carroção;
abaixo o tradicional Conestoga.
ALTERAÇÕES NO FORMATO - “Caravana” começou a perder audiência com as mudanças no elenco, o que provocou alterações estruturais na série. Ocorreu a mudança de rede exibidora, passando da NBC para a ABC com os episódios sendo produzidos em cores e com 90 minutos e duração, o que tornava cada episódio praticamente um filme de longa metragem. Mesmo assim a audiência não foi recuperada e a série voltou na temporada 1964-65 ao formato de uma hora de duração em preto e branco. Em 2 de maio de 1965 foi exibido o último episódio da oitava temporada de “Caravana”, episódio intitulado “The Jarbo Pierce Story”, com Rory Calhoun interpretando o personagem-título. A 9.ª temporada deixou de ser produzida e a série foi cancelada. Cancelada mas não esquecida pois vendida para uma das empresas que atuavam como ‘syndication’, voltou a ser exibida com os diferentes títulos de “Major Adams, Trailmaster” e “Trailmaster”. Um detalhe interessante é que a série “Caravana” não utilizava carroções do tipo ‘Conestoga’, e sim as carroças encurtadas, muito mais fáceis de serem movimentadas

Acima John Ford dirigindo o episódio "The Colter
Craven Story"; abaixo Ward Bond com Carleton
Young interpretando o médico bêbado Colter Craven.
DIRECTED BY JOHN FORD - Ward Bond, escolhido para interpretar o personagem principal de “Caravana”, havia não apenas atuado em “Caravana de Bravos”, de 1950, mas também em “A Grande Jornada”, o épico de Raoul Walsh estrelado por John Wayne. Vários diretores se revezavam na direção dos episódios de “Caravana” e, a pedido de Ward Bond, John Ford dirigiu um episódio intitulado “The Colter Craven Story”, um dos melhores de toda a série, exibido em 23 de novembro de 1960. O diretor trouxe praticamente toda sua ‘Ford Stock Company’ para compor o elenco que tinha Ken Curtis, Cliff Lyons, Chuck Hayward, Chuck Roberson,  John Carradine, Anna Lee, Jack Pennick, Hank Worden, Paul Birch, Willis Bouchey e Carleton Young como o medico ‘Colter Craven’. Numa ponta como o General William Sherman participou o grande amigo de Ward Bond chamado John Wayne. ‘Colter Craven’ é um médico traumatizado pelas tantas pessoas que viu morrer durante a Guerra Civil, muitas delas sob seus cuidados, tornando-se então alcoólatra. Juntando-se à caravana Craven nega-se a fazer uma cesariana devido a seu problema com a bebida. O Major Seth Adams conta então a Craven que conhecera um homem chamado Ulysses S. Grant que, subjugado pelo pai dominador se transformara num bêbado. Ulysses lutou contra o alcoolismo e chegou a presidente dos Estados Unidos. Carleton Young é um ator que entrou para a história por ter dito a famosa frase ‘Print the legend’, em “O Homem que Matou o Facínora”.

Lee Marvin e Lon Chaney, Jr.
LEE MARVIN EM DOIS EPISÓDIOS - Curiosamente, na 4.ª temporada, antes da série ser filmada em cores, foram rodados cinco episódios em cores, que foram “The Kitty Albright Story”, com Polly Bergen; “The Jeanne Douglas Story”, com Carolyn Jones; “The Lizabeth Ann Calhoun Story”, com Dana Wynter; “The Lonnie Fallon Story”, com Gary Clarke; e “The Amos Billing Story”, com Paul Fix. A razão do uso da cor era para promover o lançamento de um novo televisor da RCA. Lee Marvin atuou em dois episódios de “Caravana”, o primeiro em 1960, intitulado “The José Morales Story”, interpretando o bandido mexicano José Morales e ainda com a participação de Lon Chaney Jr.; em 1961 Lee Marvin participou do episódio “The Christopher Hale Story”. Nesse episódio Lee Marvin é ‘Jud Benedict’, o líder da caravana apresentando John McIntire que passaria a ser o novo wagonmaster ‘Christopher Hale’.

Frank McGrath e Terry Wilson
FRANK MCGRATH E TERRY WILSON - O tema de abertura de “Caravana” foi mudado algumas vezes, sendo que na primeira temporada foi utilizado o tema “Wagon Train” de autoria de Henry René-Bob Russell. Na segunda temporada passou a ser tocado “Roll Along Wagon Train”, de autoria de Sammy Fain-Jack Brooks. Para a terceira temporada o tema de abertura utilizado era “Wagons Ho!”, de autoria de Jerome Moross, que não mais foi mudado. Frank McGrath e Terry Wilson eram dois stuntmen (dublês) e por vezes atores que estavam no cinema há muito tempo e que se tornaram famosos com suas participações fixas em “Caravana”. Frank McGrath teve pequenas participações em clássicos como “Consciências Mortas”, “Sangue de Heróis”, “Legião Invencível”, “Flechas de Fogo”, “Caminhos Ásperos” e “Rastros de Ódio”, além de ter atuado também no original “Caravana de Bravos”, ao lado de Ward Bond. McGrath e Bond eram os responsáveis pelos momentos mais engraçados da série, com o irritadiço Major Seth Adams (Bond) sendo sempre contrariado pelo relutante cozinheiro Charlie Wooster (McGrath). Outro personagem que se incorporou à caravana durante a longa jornada foi o jovem ‘Barnaby West’, interpretado por Michael Burns.

Denny Miller, Robert Horton e Robert Fuller.
SÉRIE PARA TODA A FAMÍLIA - Dos atores de “Caravana”, o primeiro a falecer, em 1961, foi Ward Bond. Em 1967 foi a vez de  Frank McGrath deixar tristes os fãs de “Caravana” com seu falecimento. John McIntire faleceu em 1991 e Terry Wilson em 1999. Ainda vivem Robert Horton, com 88 anos; Robert Fuller, com 79 anos e Denny Miller com 78 anos. “Caravana” é um dos grandes clássicos da TV norte-americana, independentemente de gênero. “Caravana” era uma série com um mínimo de violência, no máximo uma sequência em cada episódio, com roteiros que privilegiavam o aprofundamento psicológico dos personagens. O sucesso de “Caravana” se deve a ter sido ele um programa para toda a família que se divertia e se emocionava com as aventuras dos pioneiros que foram os bravos responsáveis pela ocupação do país.

Imagem de Ward Bond como Major Seth Adams, parte da coleção
do Museu de Cera de Hollywood.
Acima à direita Robert Horton; abaixo Michael Burns, John McIntire,
Terry Wilson, Robert Fuller e Frank McGrath.



Nenhum comentário:

Postar um comentário