UMA REVISTA ELETRÔNICA QUE FOCALIZA O GÊNERO WESTERN

20 de abril de 2015

CENTENÁRIO DE NASCIMENTO DE ANTHONY QUINN – TODOS OS WESTERNS DESSE INESQUECÍVEL ATOR


Tony Quinn e um de seus dois Oscars.
Algo que nunca mudou nas plateias dos cinemas foi a vontade de admirar, nas telas, rostos bonitos. Valentino, Greta Garbo, Robert e Liz Taylor, Cary Grant, Kim Novak, Tony Curtis, Alain Delon, Rock Hudson e as gerações de Tom Cruise para frente. Diante dessa realidade, só mesmo com muito talento para um feio como Anthony Quinn, com seu rosto enorme e inconfundível aparência mestiça, para poder vencer como ator. Inicialmente ator característico com seu tipo bruto e violento, interpretando índios, latinos, piratas e qualquer outro tipo interracial. Com o tempo o cinema percebeu e reconheceu que Anthony Quinn, mais que qualquer outro ator, era capaz de tornar um filme memorável independente do personagem por ele vivido. Nos westerns foi também assim e Anthony Quinn pouco a pouco passou da condição de figurante para a de coadjuvante e logo a astro de grandes filmes do gênero. Hoje, 21 de abril de 2015, comemora-se o centenário de nascimento desse estupendo ator, um dos maiores da história do cinema.

1936 - Jornadas Heróicas (The Plainsman) – Cecil B. DeMille
Gary Cooper é Wild Bill Hickok e Jean Arthur é Calamity Jane. Em seu primeiro ano como ator e quarto filme em que apareceu no cinema, Anthony Quinn faz uma quase figuração neste romance biográfico, interpretando um índio Cheyenne. Conta-se que ao dar um palpite sobre a cena em que participa, Quinn irritou todo o séquito de assistentes que rodeava o diretor DeMille. Esse atrevimento causou admiração não só no diretor acomo também em sua filha, Katherine DeMille, com quem Quinn se casaria no ano seguinte.

Anthony Quinn entre Gary Cooper e James Ellison.


* * * * *

1939 – Aliança de Aço (Union Pacific) – Cecil B. DeMille
A expansão da ferrovia pelo Oeste norte-americano, com Barbara Stanwyck e Joel McCrea se vê ameaçada pelo vilão Brian Donlevy que em tem Anthony Quinn seu braço direito. Quinn em papel de maior destaque em mais um filme do sogro Cecil B. DeMille.

Anthony Quinn com Joel McCrea.


* * * * *

1940 – O Intrépido General Custer (They Died with Their Boots On) – Raoul Walsh
Errol Flynn é o General George Armstrong Custer e Olivia De Havilland sua esposa nesta biografia ultrarromanceada do lendário general da Cavalaria. Anthony Quinn é o chefe Crazy Horse que mata Custer durante a batalha de Little Big Horn.
          * Resenhado no Westercinemania. 


Anthony Quinn e Errol Flynn; pôster italiano de "They Died with Their Boots On",
com destaque especial para Anthony Quinn.


* * * * *

1943 – Consciências Mortas (The Ox-Bow Incident) – William A. Wellman
Henry Fonda se opõe ao linchamento de três homens injustamente acusados de assassinato. São eles o jovem Dana Andrews, o velho Francis Ford e o mexicano Anthony Quinn. Western que se tornou clássico, perfeito estudo sobre o medo, o ódio e a loucura num clima sombrio e aterrador. Anthony Quinn tem relativo destaque repetindo o tempo todo como resposta às perguntas que lhe são feitas: ‘No Sabe!

Dana Andrews, Francis Ford e Anthony Quinn prestes a serem executados
e em pé Frank Conroy.


* * * * *

1944 – Buffalo Bill (Buffalo Bill) – William A. Wellman
Outra biografia de personagem famoso do Velho Oeste, com William Frederick Cody (Buffalo Bill) interpretado por Joel McCrea. Maureen O’Hara também no elenco como esposa de Buffalo Bill e Anthony Quinn é o nobre selvagem chefe Cheyenne Yellow Hand, amigo de W.F. Cody.

Anthony Quinn


* * * * *

1947 – Califórnia (California) – John Farrow
Colonizado por espanhóis, a Califórnia recebe uma caravana vinda do Leste em busca de ouro. Fazem parte da épica caravana Barbara Stanwyck e Ray Milland e entre os habitantes daquele lugar dominado pelos espanhóis está Don Luís Rivera y Hernandez, interpretado por Anthony Quinn.

Anthony Quinn e Ray Milland.


* * * * *

1952 – Viva Zapata! (Viva Zapata!) – Elia Kazan
Marlon Brando é Emiliano Zapata e Anthony Quinn seu irmão Eufemio neste filme que narra a luta do líder camponês contra a ditadura de Porfírio Diaz. Marlon Brando, carregado de maquiagem como Zapata, foi indicado ao Oscar de Melhor Ator e Anthony Quinn, magnífico em sua interpretação de guerrilheiro latino, foi indicado ao prêmio de Melhor ator Coadjuvante. Quinn levou seu primeiro Oscar.

Anthony Quinn, Harold Gordon e Marlon Brando;
pôster de "Viva Zapata!" destacando Anthony Quinn ao fundo.


* * * * *

1953 – Seminole (Seminole) – Budd Boetticher
Rock Hudson é um tenente da Cavalaria enviado à Flórida para ‘apaziguar’ os seminoles. Anthony Quinn é o chefe Osceola, amigo de infância do tenente interpretado por Rock Hudson.

Barbara Hale, anthony Quinn e Rock Hudson; Anthony Quinn como o chefe Osceola.


* * * * *

1953 – A Bela e o Renegado (Ride, Vaquero!) – John Farrow
Anthony Quinn é o mexicano Esqueda que tem como irmão de criação Rio (Robert Taylor). Esqueda não quer a presença dos sitiantes Ava Gardner e Howard Keel naquelas terras. Os três grandes nomes do elenco (Taylor, Ava e Keel) são obscurecidos pela grande interpretação de Anthony Quinn.

Anthony Quinn e Robert Taylor.

Anthony Quinn e Robert Taylor; Howard Keel, Ava Gardner, Taylor e Tony Quinn.


* * * * *

1953 – Sangue da Terra (Blowing Wild) – Hugo Fregonese
Não propriamente um western, este filme sobre poços de petróleo passa-se num local da América do Sul. Anthony Quinn é o rico marido da inescrupulosa Barbara Stanwyck, que contrata como capataz Gary Cooper sem saber que eles foram amantes no passado. A inevitável tragédia em meio ao ouro negro ocorre ao som da voz da canção-tema ‘Blowing Wild’ composta por Dimitri Tiomkin e cantada por Frankie Lane.


Barbara Stanwyck, Gary Coper e Anthony Quinn.


* * * * *

1956 – Blefando a Morte (Man from Del Rio) – Harry Horner
Como ator principal neste pequeno western em preto e branco, Anthony Quinn é um atormentado pistoleiro que enfrenta o preconceito numa cidadezinha do Texas. Katy Jurado é a estrela, ao lado de Quinn.
          * Resenhado no Westercinemania. 

Anthony Quinn e Katy Jurado.


* * * * *

1957 – Jornada Inesquecível (The Ride Back) – Allen H. Miner
Anthony Quinn é um pistoleiro perseguido e encontrado em seu rancho pelo homem da lei William Conrad. Após prender o pistoleiro, a difícil tarefa de Conrad é conduzir Quinn para a prisão. Lita Milan interpreta uma mexicana neste western em preto e branco que é um dos filmes menos conhecidos de Anthony Quinn.
          * Resenhado no Westercinemania. 

Anthony Quinn e William Conrad.


* * * * *

1959 – Minha Vontade é Lei (Warlock) – Edward Dmytryk
Este foi um dos mais importantes westerns dos anos 50, não só pelo excepcional elenco reunido – Quinn, Henry Fonda, Richard Widmark, Dorothy Malone – mas pela ousadia de tocar quase que explicitamente num assunto tabu nos faroestes: o homessexualismo. Anthony Quinn ao lado e no mesmo nível artístico-interpretativo de Henry Fonda.
          * Resenhado no Westercinemania. 


Dorothy Malone, Anthony Quinn e Henry Fonda; Dorothy e Tony.


* * * * *

1959 – Duelo de Titãs (Last Train from Gun Hill) John Sturges
Faroeste classico com Anthony Quinn tendo que se voltar contra o amigo xerife Kirk Douglas. Este tem por missão ler o filho de Quinn para ser julgado, o que coloca ambos em confronto num western de enorme tensão dramática. Mais uma soberba interpretação de Anthony Quinn, tanto quanto a de Kirk Douglas.
          * Resenhado no Westercinemania. .

Anthony Quinn e Kirk Douglas.


* * * * *

1960 – Jogadora Infernal (Heller in Pink Tights) – George Cukor
Sophia Loren é uma atriz de companhia itinerante que roda o Velho Oeste. Anthony Quinn é o empresário e quando a companhia chega a Cheyenne começam os problemas para ambos. Western-comédia diferente, agradável e com grandes interpretações da dupla Quinn-Loren sob a direção de George Cukor no primeiro e único western de sua carreira.
          * Resenhado no Westercinemania. 

Anthony Quinn e Sophia Loren.


* * * * *

1973 – Rápidos, Brutos e Mortais (Los Amigos/Deaf Smith and Johnny Ears) – Paulo Cavara
Juntar Franco Nero e Anthony Quinn pode ter sido uma ideia promissora de obter sucesso de bilheteria mas que afinal se transformou num fracasso artístico e financeiro. A bela carreira de Quinn no gênero western merecia um final melhor que este western-spaghetti. Quinn é o pistoleiro surdo-mudo que atira pedras no companheiro Franco Nero para chamar sua atenção. A missão dos dois amigos é impedir que um ditador se aproprie do Texas na época pré-Álamo.




Anthony Quinn e Franco nero.

Um comentário:

  1. "The ride Back " Este filme está com título de "O retôrno sangrento" numa cópia em meu poder ! Belos filmes do grande A.Quim ! Parabéns pelo trabalho !!

    ResponderExcluir