UMA REVISTA ELETRÔNICA QUE FOCALIZA O GÊNERO WESTERN

19 de agosto de 2013

OS 70 ANOS DO GRANDE ‘MOCINHO’ BRASILEIRO JORGE CAVALCANTI ARAÚJO FILHO


A Confraria dos Amigos do Western (CAW), fundada em São Paulo pelo Doutor Aulo Barretti, possuiu alguns ‘mocinhos’ dignos de figurar em faroestes hollywoodianos. O próprio ‘Doc’ Barretti faria bonita figura cavalgando ao lado de seu ídolo Buck Jones. E Umberto ‘Hoppy’ Losso e Lázaro ‘Kid Blue’ Narciso Rodrigues, outros dois ‘mocinhos’ da confraria, são as mais perfeitas homenagens a Hopalong Cassidy e a Roy Rogers, seus heróis preferidos dos faroestes. Um único cowboy daquele inesquecível grupo de apaixonados por westerns transformava o trio em quarteto. Falo de Jorge Cavalcanti Araújo Filho, o ‘George Tyler’, assim chamado por seu respeito e carinho pelo seu ídolo maior que foi Tom Tyler.

O Quarteto de Ouro: Doc Barretti, Kid Blue, Hoppy Losso e George Tyler.

Tom Tyler
Jorge se destacava no grupo não apenas por suas bem elaboradas vestimentas, mas, e principalmente, por sua simpatia e poder de comunicação, qualidades às quais acrescentava sua admirável musicalidade. Embora gostasse de Tom Tyler mais que de qualquer mocinho, nas reuniões da confraria Jorge se identificava mesmo era com cowboys-cantores como Rex Allen, Gene Autry, Roy Rogers, Tex Ritter, Ken Curtis, Whip Wilson, Ken Maynard e Eddie Dean. E a voz de Jorge Cavalcanti, se assemelha muito à voz de Eddie Dean, célebre autor e intérprete da clássica canção “I Dreamed of a Hillbilly Heaven”. Vestido de mocinho e empunhando seu violão, Jorge com a sua bela voz tornava ainda mais alegres os festivos encontros da confraria.

Bob Nelson
Praticamente todos os órgãos de imprensa entrevistaram o CAW alguma vez e nessas ocasiões Jorge Cavalcanti, ou George Tyler, era naturalmente o escolhido pelos entrevistadores. E se a repórter fosse uma mulher, esta percebia a galanteria do cowboy Jorge que com sua verve e eloquência delineava clara e minuciosamente o que vinha a ser aquela inusitada confraria. E o fecho das matérias era invariavelmente o mesmo, com Jorge fazendo-se acompanhar por seu afinado violão e relembrando músicas clássicas de cowboys. Nessas ocasiões Jorge nunca deixava de cantar um dos números de Bob Nelson, o mais famoso cowboy-cantor brasileiro.


Abençoado com esse talento musical, Jorge tornou-se um requisitado seresteiro, abrilhantando programas variados, de casas noturnas a festas em geral. E quando a oportunidade surge, Jorge se apresenta nas TVs que ainda abrem espaço para serestas, samba-canções, valsas e modinhas. Ouvir Jorge Cavalcanti é se deslumbrar com as composições de Lupicínio Rodrigues, Herivelto Martins, Cartola, Noel Rosa e tantos outros compositores imortais. E se na platéia houver algum fã de faroestes, Jorge canta suas composições “Voltei à Sela Novamente” e “Esconderijo de Heróis”, canções que falam dos mocinhos da tela. No dia 20 de agosto de 2013 a seresta paulistana e o pequeno universo do faroeste brasileiro estão em festa pois Jorge Cavalcanti completa 70 anos de idade. Foram sete décadas bem vividas, com muita arte e conservando dentro de seu coração o amor pelo faroeste, gênero de filmes que aprendeu a amar ainda criança no pequeno cineminha de Brejão, sua terra natal, em Pernambuco. Parabéns e muitas felicidades, Pardner George Tyler.


2 comentários:

  1. Grande Jorge Cavalcante. Bela voz,amigo cordial,receba meus parabéns e meu desejo que
    seja muito feliz,com saúde,e cantando....sempre!
    Ainda quero vê-lo de novo,cantando"Última estrofe"
    de Cândido das Neves !!!!

    ResponderExcluir
  2. GRANDE DARCI FONSECA, BOM DIA. FICO DEVERAS SUPER AGRADECIDO EM MERECER MAIS UMA VEZ O SEU CARINHO, SUAS PALAVRAS E POR FIM SERMOS PARCEIROS DE DUAS BELAS COMPOSIÇÕES ENALTECENDO TODOS OS COMPONENTES HISTÓRICOS DE NOSSO CLUBE DO WESTERN, E NA CALÇADA DA FAMA DE NOSSAS MEMÓRIAS AINDA OUVEM-SE O TILINTAR DE DE ESPORAS EM NOSSAS BOTAS E QUE DEIXARAM MARCAS INDELÉVEIS NAQUELES SOLOS ONDE REINARAM AS NOSSAS IMENSAS ALEGRIAS EM VOLTAR AOS NOSSOS ( TEMPOS DE CRIANÇA ) E BRINCAR DE MOCINHOS E BANDIDOS " CAMONIBOI " COM MUITA DIGNIDADE, E QUE NOS TRANSPORTARAM PARA JORNAIS, TVS , REVISTAS DE TODO O BRASIL, DIVERSOS CONTINENTES E ATÉ DESFILE EM ESCOLA DE SAMBA DE SÃO PAULO EM PLENO CARNAVAL.
    TERMINO ESTA COM UM ABRAÇO AFETUOSO DESTE SEMPRE PARCEIRO E AMIGO... JORGE CAVALCANTI ARAÚJO FILHO. HÁSTA LA VISTA BABY

    ResponderExcluir